sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Radicais | 65° Capitulo: Barbara se oferece para Guilherme

Eduardo: Eu vou parar de encher seu saco, obrigado pelas dicas.
Guilherme: De nada! Somos colegas de banda, e temos que se ajudar!
Eduardo: Até mais!
Eduardo sai.

QUarto de Rayane - 21h30

Rayane está andando de um lado para outro.
Mirella: Ai, minha filha, vai ficar tonta assim.
Rayane: Eu estou muito nervosa com o Guilherme.
Mirella: Do que adianta ficar nervosa?
Rayane: Ele queria transar comigo à força!
Mirella: Ai, você deveria ceder.
Rayane: Eu não sou escrava do Guilherme.
Mirella: Se você aceitasse mais às coisas, não teria brigas.
Rayane: Fofa, sonha, eu não vou deixar o Guilherme mandar em mim, ele não é meu dono!
Mirella: É seu namorado.
Rayane: Mesmo assim não é meu dono, merda, você sabe onde vende droga aqui?
Mirella: Tá louca, garota? Droga só vai acabar com sua vida.
Rayane: Só tenho à ela a recorrer quando estou triste.
Mirella: Você tem amigos agora.
Rayane: Eu não consigo ficar sem às drogas.
Mirella: Quando a gente voltar para o Brasil, vamos procurar tratamento.
Rayane começa a suar frio.
Mirella: O que está acontecendo?
Rayane: É a abstinência da droga no meu corpo! Estou à dias sem usar.
Mirella: Eu vou chamar um médico.
Rayane: Não, chama o Guilherme, por favor.
Mirella corre pra chamar Guilherme, Rayane se deita na cama.

Praia - 21h45

Barbara e Emerson chega na praia aonde vai ter a festa.
Barbara: Pensei que seria algo mais chik.
Emerson: Aqui não é Rio de Janeiro.
Barbara: Pois é.
Emerson: Quer uma cerveja?
Barbara: Quero sim.
Emerson pede duas cerveja.
Rafaele chega com Pietro.
Rafaele: Parece que tem mais gente da escola aqui.
Pietro: Sim, vai beber o que? Eu irei pedir uma vodka pra mim.
Rafaele: O mesmo pra mim.
Rafaele se sente insegura.

Quarto de Rayane - 21h45

Guilherme: Tudo bem, meu amor?
Rayane: Meu corpo está sentindo falta das drogas.
Guilherme: Vou pegar uma água.
Rayane: Ok.
Mirella: Rayane, você tem certeza que não quer ir pra nenhum médico?
Rayane: Não quero que descubram meu vicio.
Guilherme dá água pra Rayane, ela dorme.
Guilherme: Acho que ela dormiu.
Mirella: Estou preocupada com ela.
Guilherme: Eu também!

Praia - 21h50

Rafaele bebe a vodka, e faz cara feia.
Pietro: Você nunca bebeu, neh?
Rafaele: Bebidas alcoolicas sim, mas vodka é a primeira vez.
Pietro: Vamos dançar?
Rafaele: Vamos!
Na outra mesa...
Emerson: Barbara, preciso da sua ajuda.
Barbara: Fala...
Emerson: Eu sou o ex - namorado da Rayane, e quero ela te volta.
Barbara: Pensei que a gente ia namorar.
Emerson: Tudo pode acontecer, mas preciso da sua ajuda pra separar a Rayane do tosco do Guilherme.
Barbara: Adorei o tudo pode acontecer, mas qual é seu plano?
Emerson: Já percebi que o Guilherm está subindo pelas paredes, que tal você ir no quarto dele e se oferecer, a Rayane não quer dar pra ele, aposto que ele te come.
Barbara: Adoro! Então é pra volta para o hotel?
Emerson: Bom, antes vamos ir ao um lugar afastado daqui?
Barbara: Pra...?
Emerson: Também estou subindo pelas paredes.
Barbara: Bora, gostoso.
Um pouco distante, Rafaele e Pietro dançam, ela já está bêbada.
Pietro: Vamos andar um pouco?
Rafaele: Vamos!
Pietro e Rafaele andam pela praia, ele para e beija Rafaele. O clima esquenta, Rafaele sente medo e mesmo bêbada, se afasta.
Rafaele: Estou me sentindo mal, me leva para o hotel?
Pietro: Ok.

Um pouco longe daqui...

Emerson joga Barbara na parede, arranca a roupa dela e os dois transam. Algumas horas depois, eles terminam a transa e Barbara volta para o hotel pra dar emcima de Guilherme.

Quarto de Guilherme - 23h00

Guilherme está sem camisa, deitado na cama pensando na Rayane. Barbara bate na porta.
Guilherme: Entra...
Barbara entra com uma lingirie sexy.
Guilherme: O que é isso?
Barbara: Vamos subir pelas paredes juntos?

Continua...

4 comentários:

Anônimo disse...

o que qui e esse tal de radicais eles nao mostram mais nada so uma foto o tenpo todo e paia viu;

Lucas disse...

Isso é uma web - novela.
Uma novela que é escrita!

Anônimo disse...

amo a rayane

Anônimo disse...

e o cabelo dela verde