quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Pra lá da realidade: uma viagem pelos sonhos de Rebelde

Pra lá da realidade: uma viagem pelos sonhos de Rebelde
“Mais vale sonharmos a nossa vida do que vivê-la, embora vivê-la seja também sonhar”, assim disse o romancista francês Marcel Proust. E assim segue Téo, o personagem mais sonhador de Rebelde. É, o rapaz não precisa nem dormir para imaginar diversas situações malucas e inusitadas. Mas disso o fã da novela já sabe. Então, para revelar justamente o que o público nem sonha sobre esses momentos da trama, o R7 bateu um papo com Bernardo Falcone, que dá vida ao nerd mais querido do Elite Way, Margareth Boury, autora da novela, Ivan Zettel, diretor geral, e Chay Suede, o famoso Tomás. Embarque nesta viagem!

Muitos personagens já fantasiaram durante esses oito meses. A lista é grande, contando com: Pingo, Artur, Roberta, Diego e Tomás, entre outros. Porém, quando o assunto são os sonhos de Rebelde, um nome logo vem na cabeça: Téo. E não poderia ser diferente. Margareth explica:

- Outros também já sonharam, mas o foco é o Téo. Isso porque toda pessoa muito tímida, geek como ele, tem o mundo interior muito rico, muito vivo. Então ele se expressa através da imaginação.

Bernardo Falcone, que prefere viver o lado audacioso incorporado por seu personagem durante esses momentos, completa:

- O Téo consegue, através dos sonhos, experimentar como seria se ele tivesse mais atitude. E o primeiro passo pra realizar alguma coisa é sonhar, imaginar.

Quem também entrou nessa onda e deixou o imaginário correr solto foi Tomás, que já teve dois sonhos retratados. No primeiro, o personagem viveu um verdadeiro pesadelo ao pensar em como seria sua família com Jonas, Pilar e Leila. Já no segundo, o clima esquentou, por se tratar de sua primeira vez com Carla. Intérprete do garoto, o ator Chay Suede explica porque adora cenas como essas:

- Neste momentos mais nonsense, nós temos liberdade para criar e a gravação ganha um quê de teatro. Então eu aproveito para tentar coisas novas. É muito legal!

O ator Bernardo Falcone mostra o mesmo entusiasmo com tais sequências:

- É como se fossem outras novelas dentro da novela. Posso ser mau, bom, militar, detetive, espião, pirata. É um exercício fantástico de dramaturgia.

Para criar essas novelinhas à parte, Margareth Boury busca inspiração no cinema:

- Tiro referências de filmes que assisto. Por exemplo, já me inspirei em “O Resgate do Soldado Ryan”, “O Poderoso Chefão” e “Quatro Casamentos e Um Funeral”, entre outros títulos.

E quando pinta um sonho para gravar, é hora de o elenco comemorar! Bernardo explica:   

- É uma quebra na rotina de gravações do estúdio. Todo mundo se diverte!

Ivan Zettel, diretor geral da novela, conta como é comandar o set nessas ocasiões:

- Como a Margareth cria um momento diferente do dia a dia, nós alteramos o posicionamento de câmera e a fotografia. Na verdade, a partir do texto, abrimos várias licenças poéticas tanto na direção quanto na interpretação. É sempre um mundo imaginário criado por todos dentro dos limites da novela.

Um comentário:

Germano Garcia disse...

Seu site está ficando cada vez mais perfeito, está demais, gostei muito mesmo.

Atenciosamente, Viciados em Lady GaGa
www.viciadosemladygaga.com